sábado, 31 de outubro de 2009

Mal caratismo


Os aproveitadores são sempre os mesmos. Exemplos não faltam para atestar todo o mal caratismo desta dita agremiação.


Retirou numa final de Libertadores o jogo da casa do adversário e o levou para a distante Porto Alegre, com o argumento que o estádio do rival não oferecia a quantidade determinada por regulamento de arquibancada.


Como um urubu que aproveita os momentos finais, ou os restos de uma carniça, usou a desculpa de uma gripe para não ir jogar no México. Acabou nem jogando as partidas daquela fase, nem de ida, nem de volta.


Neste momento de decisão do campeonato, soa-se no mínimo estranho a decisão da diretoria do Barueri de retirar do time seus principais jogadores, o goleiro Rene que costuma fazer grandes partidas, o artilheiro da equipe e a revelação do campeonato Fernandinho. Os primeiros por conta da suposta mala branca (na realidade a mala seria azul, mas na atual conjuntura, acho que é rosa ou possui 3 cores) e o último por conta de uma contusão (?).


Sobre o Fernandinho e sua contusão, vale lembrar que no próximo ano este jogador deve transferir-se para os bambis via Traffic. Criticaram tanto no ano passado.


Os exemplos usados são os mais recentes, mas como diz o Mano, técnico dos gambás, a mala colorida existe em todos os anos, principalmente para decidir títulos, mas o fazem na surdina, sem levantar poeira e guardando o esqueletinho tranquilamente no armário.


Triste, pra não dizer podre.

2 comentários:

D. Lago disse...

Cara, esse jogo tá com mó pinta de que o Barueri vai entregar... Nem espero nada diferente disso. O que na minha opinião é pior do que oferecer dinheiro pro time ganhar é oferecer dinheiro pra o time perder... Mas não vai ter como provar, né? Só vai ficar na suspeita mesmo!

Binóculo Verde disse...

Concordo contigo.

O próprio pessoal do STJD já comentou que se não tiver "recibo", não tem como provar nada...

Lamentável!