quarta-feira, 30 de março de 2011

O Novo Fenômeno


Pela calça de presidiário e a barriga, deve ser no futuro o novo fenômeno do timão.

domingo, 27 de março de 2011

Virou o Fio?

O Palmeiras sempre deu a oportunidade de envergonhar seu próprio torcedor nos últimos tempos, seja por eliminações improváveis, seja por derrotas vexatórias, mas tenho a impressão que o fio está virando. Confiram:

Só para relembrar, já fomos eliminados por Asa de Arapiraca, Santo André, Ipatinga, Ceará, Atlético Goianiense, Paulista e por último o Goiás.

Várias derrotas desconcertantes em clássicos, rebaixamento para a segunda divisão e em seguida no outro ano aquela derrota por 7 a 2 em casa pelo Vitória em pleno Palestra Itália.

Ano passado, no momento em que perdemos a classificação para a final da Copa Sulamericana para o Goiás, achei que tínhamos chegado no ápice dos desgostos e da vergonha, mas em seguida percebi que os adversários estão querendo colaborar com os vexames.

No final do ano o time do Internacional, campeão da Libertadores, perdeu de maneira ridícula para o Mazembe, pelo Mundial de Clubes da FIFA. Pela primeira vez o mundial não seria disputado por uma equipe sulamericana contra uma européia.

100º gol: A vergonha é gambá
No início do ano pela Pré-Libertadores, a gambazada conseguiu ser eliminada pelo fraco Tolima, criando a onda do #Toliminado e aposentando o gordo Ronaldo.

Hoje a gambazada conseguiu mais uma façanha, perdendo a invencibilidade e tomando o gol 100 do nariz goleiro. Humilhante, para dizer o mínimo. No centenário prolongado, as únicas conquistas foram um título da Fórmula Truck e levar o gol 100 do nariz goleiro. O resto é só motivo de alegria para os rivais e inimigos.

Para quem ainda não entendeu o motivo do fio ter virado, se fosse até o ano passado, esse tipo de façanha que ocorreu com a gambazada e o Inter, caíria facinho na conta do Palmeiras.

Acho que poderemos ser campeões no Paulista, a não ser que deem o título para os lixos comemorarem algo antes de completar os 101 anos. Na Copa do Brasil, só se for na raça, pois me cheira que darão um jeito de fazerem o time do menguinho campeão.

De qualquer maneira, nos livramos destes vexatórios jogos.

sábado, 26 de março de 2011

Um centroavante para o Palmeiras

O Palmeiras necessita de um centroavante, como todos sabemos.

Desde que despontou nas categorias de base do Santos que eu gosto do estilo de jogo deste jogador: Alemão. Ele foi lançado no time no mesmo momento que o Thiago Luís, hoje na Ponte Preta.

Alemão saiu brigado do Santos e foi para a Udinese, na Itália. Hoje ele disputa o italiano pelo Vicenza.

De acordo com o site da Udinese, Alemão possui apenas 22 anos, 1,89 m e 71 Kg.

Vale a pena darem uma olhadinha nele. Kléber estava sumido lá na Ucrânia e hoje é ídolo da torcida.

Para quem não se lembra do jogador, vale o vídeo:

quinta-feira, 17 de março de 2011

Carta do 1nho ao Papai Noel

Querido Papai Noel!

Meu nome é 1nho e sou radicado em São Paulo. Sou um pseudo-jornalista, mas no íntimo, lá no íntimo, sou um laranja do Juquinha, sim, aquele!

Nunca acreditei antes no seu trabalho, mas desta vez estou pronto para ajudar, seja para embrulhar os presentes, seja para ajudar as renas (lindas!) a puxar o trenó.

Papai Noel, sei que não posso pedir muita coisa não, pois com a ajuda de outro barbado, finalmente meu time terá uma casa. Muito obrigado! Apesar disso, gostaria de pedir para que acabasse com as enchentes na minha cidade, pois além de prejudicar as pessoas, se a água chegar até a cintura do meu chefe, é muito perigoso eu morrer afogado.

Papai Noel, sempre tive restrições ao seu nome, mas como o senhor é o bom velhinho do saco vermelho, gostaria de pedir um título de Libertadores para o meu time, pois já estou cansado de ouvir as cornetas dos  torcedores dos outros times.

Meu bom velhinho, me ajude a provar que a Wtorre vai quebrar e que a Arena Palestra Itália nunca sairá do chão. Não posso ficar mais uma vez desmoralizado.

Antes de terminar Papai Noel, gostaria que me adiantasse meu presente, mas na forma de ovo, um bem grandão, se possível daquele que tem uma surpresa dentro, pois a páscoa está chegando. Adoro!

Por favor, faça a coisa certinha, do jeitinho que eu pedi.

Cordialmente,

1nho.

quarta-feira, 16 de março de 2011

Uberaba agora: Chuvas, chuvas e chuvas...

video

Neste momento ocorre um dilúvio em Uberaba. Gravei o vídeo a partir de um celular, por isso a resolução não está das melhores.

Todos os ingressos da partida já foram vendidos, para os ainda interessados somente através dos cambistas.

A torcida uberabense só fala do jogo, onde estudo, terá um bambi que irá ver o jogo e usou a desculpa de que vai para torcer pelo zebú, como é chamado o time do Uberaba. Apesar disso, nunca vi tantas pessoas nas ruas com a camisa alviverde.


domingo, 13 de março de 2011

Sobre Ricardo Bueno

Hoje encontrei-me com um grande amigo meu, inclusive assisti ao segundo tempo da partida do Atlético mineiro contra o Ipatinga, partida realizada no Ipatingão.

Por acaso, lembrei-me que o Palmeiras tentou a contratação do centroavante Ricardo Bueno, que mesmo com a saída de Tardelli e Obina, não conseguiu a vaga de títular do ataque atleticano.

Perguntei ao meu amigo se ele gostava ou não do centroavante. A resposta dele foi de que o Ricardo Bueno não é um atacante que arranque suspiros do torcedor e que nem no banco fica em algumas partidas. Só para dar legitimidade ao meu amigo, ele é um sujeito que também respira futebol e entende bastante do riscado.

Pela sua resposta, fiquei muito satisfeito da contratação não ter dado em nada, seria mais um para sugar os pobres recursos alviverdes.

Politicamente correto é o cazzo, Totti neles

Torço apenas para o Palmeiras, não sou do tipo que tem um time aqui, outro ali.

Eventualmente torço para algum time que tenha algum ex-palmeirense, como no caso do Liverpool, enquanto o Diego Cavalieri estava lá, ou o Chelsea, na passagem do ídolo Felipão.

Hoje pela manhã, procurando algo para fazer e assistir, resolvi assistir a partida entre Roma x Lazio, jogo que estava modorrento, muito chato, até que saiu o primeiro gol da partida, anotado pelo Totti. O que se viu até aí, é tudo o que eu mais gosto do futebol, que é a provocação, o sangue quente, a guerra de nervos.

Quero deixar registrado que adoro o futebol bonito, bem jogado, mas detesto o politicamente correto. Mesmo quando uma equipe tem o futebol vistoso, gosto de humilhar, deixar o adversário em fúria. Futebol é uma guerra e todas as armas são válidas dentro de campo.

Fora o gol que foi importante para a Roma, ainda mais vindo de seu expoente, Totti, outro lance que me deixou furioso, foi a falta que o eternamente bambi Hernanes fez em Totti, que em seguida levou uma pisada na orelha do Matuzalem. Esse lance me deixou muito irritado, me prendendo ainda mais na partida.

Num lance na ponta-direita do campo, Totti e Simplício, sim aquele, seguravam a bola no canto do campo, quando um mané da Lázio chegou lá e deu uma cabeçada no bambi. Expulsão necessária e correta. Na batida da falta, os jogadores da Roma perderam a bola e Totti fez falta, merecendo tomar cartão.

O que se viu a partir de então foi a caça ao Totti por parte dos jogadores da Lázio e Totti levando porrada e irritando os perdedores da Lázio. Muito divertido. Ao final da partida, penalti para a Roma que Totti fuzilou, tirou a camisa e correu pra galera.  Êxtase para os torcedores da Roma.

Por tirar a camisa, Totti foi amarelado pelo juizão e ía ser substituído pelo técnico, mas impedido pelo árbitro por estar sem a camisa. Totti então, vestiu a camisa, mas pelo avesso.

Pena que Totti está aposentando, pois é muito divertido, joga por amor ao seu time.

Se achar o vídeo depois, postarei no blogue.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Nada de bipolar, alguns torcedores precisam é namorar mesmo

Que o time alviverde não é dos melhores que já tivemos não temos dúvidas, não é necessário nem ser um profissional do esporte para ter esta análise.

Nós torcedores alviverdes sempre nos gabamos que somos exigentes, ainda mais pela formação das várias academias que tivemos no decorrer de nossa história, mas a corneta está acima do normal, muito exagerada, ultrapassando todos os limites do bom senso.

Na partida de ontem contra o Noroeste, o time não vinha jogando bem, perdendo apenas uma ótima oportunidade de falta de Marcos Assunção e tomando o 1 a 0 com direito a gol de letra.

Durante o intervalo as cornetagens no Twitter corria solto, chegando a me irritar e irritando outras pessoas que participava daquele momento do bate-papo.

No segundo tempo Felipão tirou a aberração do Luan e nem assim as cornetas deixaram de soar. No momento que tirou o Marcos Assunção, achei que o Twitter saíria do ar, com tanto "barulho" que os cornetas faziam.

Pouco antes do gol do Valdívia, teve um camarada que twittou irritado chamando o Valdívia de "Venezuelano fdp". Falta de respeito para quem o seguia e principalmente para o principal jogador de nossa equipe. O gol do mago serviu como um "cala a boca muleque" para este infeliz.

Após o gol do mago este infeliz sumiu do Twitter, não o vi postar mais nada. A partir de agora também não verei nenhuma postagem deste "torcedor", porque dei de presente a ele um Unfollow.

Conrado ainda no blogue Parmerista! disse certa vez que a torcida palmeirense era bipolar, que passava da depressão à euforia em questão de segundos, sendo o inverso também verdadeiro. Até acredito que para muitos essa realidade é verdadeira, mas existem alguns cornetas que esta teoria não vale, pois eles querem mesmo é criticar. São aquelas críticas vazias, que além de não levar a nada incomodam quem está do lado, seja no lado do estádio, da TV ou no Twitter mesmo.

Sabemos que nosso time não é o mesmo de outrora, que nos fazia o sorriso no rosto fácil, mas infelizmente esta não é nossa realidade. Temos um time de médio pra bom quando todos os jogadores estão à disposição e jogam com vontade dentro de campo, assim, o time depende demais da torcida, não sobrando espaço para estes cornetas. Se estes cornetas não entenderem isto, que vá torcer para um dos grandes de Minas ou do Rio Grande do Sul, pois nestes lugares a chance de ser campeão é de 50% para cada grande.

Para estes corneteiros sem causa, indico uma ótima noite de amor, com direito à muitos beijos e abraços, para ver se deixam pra trás essa corneta ácida e sem sentido.