domingo, 12 de julho de 2009

Não se enganem

Tenho ouvido de muitos palmeirenses, imprensa e jogadores que o novo técnico do Palmeiras deveria ser o Jorginho.

Pura temeridade!

Apesar de ser rodado no mundo do futebol, ele ainda está imaturo na nova profissão. Conseguiu bons resultados, é verdade, por outro lado na única vez em que foi realmente exigido, fraquejou.

Senão vejamos:

Seu primeiro jogo foi o clássico contra o Santos. No primeiro tempo, o time jogou demais, merecia ter saído de campo com um resultado melhor do que a vantagem mínima. Mas no segundo tempo, Mancini mudou a postura do time e o time santista pressionou o time palestrino conseguindo o empate.

Em situações normais o empate num clássico poderia ser um bom resultado, mas o peixe vinha de 2 resultados negativos e Jorginho sucumbiu no momento em que o time precisava da mexida do treinador. E pra completar, lançou o menino Felipe na fogueira. Neste jogo faltou experiência.

Os outros dois resultados positivos foram as vitórias incontestáveis sobre Avaí e Náutico, onde inclusive o time jogou um bom futebol. Estes resultados podem ser considerados apenas uma ilusão, pois além dos adversários serem frágeis, jogam pressionados por estarem nas últimas posições da tabela.

Mas existe algo de positivo no Jorginho, pois tem escalado o time com a formação que todo torcedor do Palmeiras sempre quiz, num 4-4-2 e escalando os jogadores certos na posição correta, fazendo assim um arroz com feijão básico. Talvez por este motivo os jogadores tem dado declarações públicas a seu favor.

Como disse em outro post, deveríamos contratar um técnico estrangeiro mesmo, pois um fato novo tiraria o clube da mesmice de técnicos que temos no nosso futebol. Quanto à Jorge Fossati, se Felipão indicou o uruguaio, pode contratar que eu garanto!

3 comentários:

Tito disse...

Marcelo, desculpe discordar, mas acho que vc está sendo um tanto implacável com o Jorginho. Afinal, o jogo contra o Santos não pode servir de parâmetro, já que o cara pegou o time escalado pelo Prof. Pardal e ainda não conhecia o elenco.
Como escrevi no comentário anterior, não sei direito o que pensar nesse momento sobre a permanência ou não do Cantinflas. É tudo muito novo, inclusive ele como técnico. Voi ficar em cima do muro, já que não conheço muito bem o trabalho do uruguaio também
Abs.

Binóculo Verde disse...

Desde o momento da sucessão do Luxa que não tenho uma opinião formada sobre o novo treinador.

A principio até achei que Muricy seria um bom nome, mas não omiti minha opinião porque os casos da pilha e gás, além da identidade bambi estava atravessada em minha garganta.

Mesmo agora não tenho um bom nome em mente, mas acredito que Jorginho não será capaz de nos trazer conquistas no curto prazo.

De qualquer maneira, confio no trabalho desta diretoria.

Tito disse...

Ok, amigo. Na verdade acho que estamos todos na mesma situação